Fimose em Bebê – Pomada

Pomada para Fimose em Bebê

Você sabe o que é fimose? Sabe que é um problema que pode se manifestar tanto em bebês, crianças do sexo masculino e feminino, como adultos? Saiba mais sobre a fimose e os tratamentos para os bebês e crianças.

fimose-em-bebe-fimose-fotos

A fimose é um problema no órgão genital dos meninos e acontece quando uma pele cobre a ponta do pênis e em raros casos a vagina das meninas. Esta pele pode “colar” e provocar o estreitamento da ponto do pênis e não deixa desta forma, a parte superior do órgão exposta e nas meninas provoca fechamento da abertura vaginal. Este problema é observado primeiramente em exame com médico pediatra.

Em crianças, normalmente a fimose pode ser resolvida com facilidade, isso até os três anos de idade. Por isso, para as mamães recentes fiquem atentas nas consultas de seu bebê ao pediatra e resolver o problema o quanto antes possível.

Exercícios para Fimose

Mas, não se apavore papais de primeira viagem! Esta é uma condição perfeitamente reversível e em muitos casos, sem a necessidade de uma cirurgia. Há muitas soluções para esta condição. Para os bebês meninos, a mais indicada é a massagem para fimose infantil. Esta massagem que deve ser instruída pelo médico pediatra este orienta que deve ser feita diariamente puxando a pele do pênis para baixo, forçando com cuidado no momento do banho. Alguns médicos indicam para esta massagem uma pomada para facilitar a massagem e também como forma de analgesia. Esta massagem deve ser feita todos os dias até que a fimose seja recolhida e comece a aparecer à cabeça do pênis sem esforço. Deve ser feita em bebês pequenos, pois a pele deles é mais maleável e sempre deve ser feita com cuidado para não provocar machucados.

fimose-em-bebe

Fimose em Bebê – Pomoda

As pomadas receitadas por alguns médicos é a base de betametasona que permite a diminuição e até a extinção da fimose. Ela ajuda no deslocamento natural da pele fazendo com que a glande apareça. O nome comercial desta pomada é Postec, mas deve ser usada somente com orientação médica.

Há ainda outras soluções para a fimose em bebês, no consultório um médico pediatra cirurgião pode fazer a manobra de puxar a pele do prepúcio dependendo do grau da fimose e se não der certo, é infelizmente indicada à cirurgia. Mas, isso é determinado apenas pelo médico.

pomada-para-fimose-em-bebe

Mas, quanto à cirurgia não se preocupe, pois é um procedimento simples, considerada um procedimento praticamente ambulatorial. A cirurgia consiste em cortar a pele excedente do prepúcio ou no caso das meninas, abrir a passagem na vagina. Tem ainda um procedimento de colocação de um anel peniano, por via cirúrgica que ele ajuda a liberar a glande e cai sozinho em torno de 10 dias. A recuperação é em torno de 30 dias e deve ser feita com cuidado especial na região genital com limpeza, curativos e uso de pomadas cicatrizantes e anestésicas. Esta pomada é passada na região para ajudar na recuperação e também ausentar a dor. Uma das reações que podem assustar os pais é que o local fica bem inchado e avermelhado após a cirurgia, o que é perfeitamente normal para a situação. Os cuidados são os mesmos para as crianças maiores, que o cuidado é ainda maior, evitando esforços, pular, e evitar que a criança bata o local da cirurgia.

Caso ache que seu filho apresenta a condição, procure sempre orientação médica o mais breve possível.

Leia Mais

Postectomia – Cirurgia, Preço, Recuperação

Cirurgia de Postectomia

Já ouviu falar de postectomia? Esta é uma cirurgia que corrige um problema que acomete alguns homens e meninos, a fimose. Saiba mais sobre a cirurgia, quando ela é indicada, quanto custa uma cirurgia e como é a recuperação.

postectomia-cirurgia-preco

O que é postectomia?

A postectomia é uma cirurgia também chamada de circuncisão, ou seja, a amputação do prepúcio. Esta cirurgia é inevitável naqueles casos em que há a fimose patológica que é intratável, ou seja, não se conseguiu tratar com massagens e pomadas ou no caso de postites de repetição (que é a inflação do prepúcio).

A fimose é um problema que tem muitos preconceitos e mitos em volta deste problema. O preconceito vem do mito de que o homem que tem fimose não tem uma vida sexual satisfatória. De fato, o homem que passa pela postectomia, tem o desempenho sexual melhorado, mas isso não quer dizer que ele antes não tenha tido uma vida sexual. O que ocorre é que o indivíduo com a fimose tem problema nas relações sexuais, pois o problema causa desconforto. Isso ocorre porque o homem iniciado sexualmente que tenha a fimose sente dor a cada exposição da glande e este desconforto ocorre, pois o anel que limita o movimento da pele (a “capa de pele”) é tão estreito que dificulta o movimento. Os médicos afirmam que muitas vezes esta fimose é identificada na infância, mas recomendam esperar o início da vida sexual, pois este anel (a pele em excesso) pode ceder com o tempo. Mas, nos casos que isto não acontece é necessária a cirurgia.

Outros casos que a postectomia é indicada é no homem adulto e com vida sexual ativa e sofre de balanite de repetição, ou seja, sucessivas inflamações na glande, que ocasiona a limitação da elasticidade da pele.

postectomia

Quanto à cirurgia existem diversas técnicas que variam de caso para caso. A técnica utilizada em adultos é a execução de uma fenda dorsal e o prepúcio é cortado ao redor de toda a circunferência peniana o que possibilita a remoção do prepúcio. Existem outras técnicas, mas todas visam amputar a estrutura prepucial de maneira que a glande fique sempre exposta. Em alguns casos o freio pode ser removido. Dependendo de onde foi feito o corte, a quantidade de pele retirada, a circuncisão é classificada em diversos tipos ou estilos. Para mais detalhes, converse com um médico urologista que dará detalhes sobre isto.

Para o homem que precisa passar pela Postectomia, antes desta ele passa por uma consulta pré-operatória para receber informações e orientações sobre a cirurgia, preparo e o pós-operatório. Este é o momento de perguntar sobre a técnica que o médico usará na cirurgia. Faça todas as perguntas que desejar e esclareça suas dúvidas sobre. Neste momento o médico pergunta se possui alguma alergia a algum anestésico ou antibiótico. Você deve informar se usa algum tipo de medicamento ou se sofre de diabetes; Quanto aos preparativos, não é necessário depilar os pelos da região genital, recomenda-se apenas a apará-los, o que ajuda na assepsia durante a operação; recomenda-se se abster de sexo pelo menos por um dia; não beber bebida alcoólica antes da cirurgia; antes de ir para hospital, tome um bom banho e faça uma boa higiene; vá ao banheiro antes da cirurgia e tente esvaziar o intestino ou pelo menos a bexiga.

Postectomia Recuperação

Já o pós-operatório, a recuperação dependerá de você ao seguir alguns cuidados. Ao sair cirurgia você estará com um curativo e recomenda-se esperar até 48 horas para a retirada do primeiro curativo. Deve-se trocar a gaze o quanto antes para evitar que ela grude muito na ferida. O pênis pode estar bem inchado o que pode ser bem assustador, mas isso é uma consequência normal tanto da anestesia e corte feito. Após a primeira troca de curativo, recomenda-se trocá-lo a cada dois dias. Recomenda-se não ter relações sexuais  por pelo menos quatro semanas. Médicos dão normalmente um atestado de uma semana para descanso, mas isso depende do tipo de trabalho que você tenha.

Postectomia Preço

Quanto ao preço de uma cirurgia de postectomia, esta varia de região para região do país, mas pode custar a partir de R$ 750. Para mais esclarecimentos procure um especialista que orientará pelo tipo de cirurgia e o preço que será cobrado.

Leia Mais

Fimose Cirurgia e Tratamento

Como Fazer o Tratamento da Fimose – Cirurgia de Fimose

Muitos homens quando tem o problema quando criança somente procura ajuda na idade adulta o que dependendo do caso pode ser mais complicado, tendo que em alguns casos chegar à cirurgia. Mas, antes deste tratamento drástico, uma opção é o uso de cremes específicos ou em casos mais resistentes a chamada postectomia, ou seja, a cirurgia da circuncisão que consiste na retirada do excesso de pele do prepúcio.  O tratamento com medicamento de fimose tem resultados em cerca de 50% a 60% dos casos, sendo que em 80%, a aderência do prepúcio se desfaz depois dos três anos de idade, por isso, os pais de um menino devem se preocupar apenas depois desta fase. Mas, depois desta fase vale uma avaliação da situação, embora, na maioria dos casos recomenda-se a cirurgia que deve ser avaliada o melhor momento de se fazer. No caso dos meninos, a maioria dos médicos prefere que seja feita entre os 7 e 10 anos.

fimose-tratamento-300x225

A fimose é a incapacidade da exposição total ou parcial da cabeça do pênis que pode ser diagnosticada desde criança. Caso a fimose não seja tratada ela pode causar muitas dores e ardências, sem contar que ela prejudica a higiene do local podendo causar infecção no local e causar muito desconforto durante relações sexuais.

Muitos pais optam já na infância fazer circuncisão no filho ainda na infância, outros investem em medidas como massagem durante o banho, mas que funciona somente se o menino ou homem tem uma pequena aderência. Mas, quando é um bebê os pais não devem se preocupar, pois a pele em excesso serve para proteger o canal urinário do bebê que ainda não tem defesas orgânicas. Mas, os pais devem observar quando a criança está na fase em que saiu das fraldas, a partir dos 2 anos de idade, cuidar da higiene do local de maneira apropriada e que o prepúcio começa a se descolar naturalmente e facilmente. Mas, há ainda os médicos que recomendam que quanto mais cedo seja feita a cirurgia, pois desta forma é mais confortável o pós-operatório e mais garantido que o problema vai se resolver. Mas, há casos onde é possível evitar que se recorrer à cirurgia, desde que seja feita a higiene adequada no local, mas não garante que limpando adequadamente e com massagens o homem ou menino fique livre de cirurgia. O que sede em muitos casos não é fimose, mas uma aderência natural do prepúcio que em certo momento pode descolar. Por isso, na dúvida, converse com um medico especialista (urologista) que vai te dar orientação adequada se for o caso de
cirurgia da fimose.

Tratamento da Fimose

O tratamento para fimose depende de cada caso, por isso é necessário buscar ajuda médica de um urologista. O tratamento pode utilizar pomadas à base de corticoide que possui propriedades anti-inflamatórias, antibiótica e analgésica e ajuda facilitar o deslize sobre a glande. Além deste tratamento local, alguns casos são necessários à cirurgia que é chamada de postectomia.

fimose-cirurgia

As pomadas utilizadas no tratamento da fimose são usadas para facilitar os exercícios e alongamentos que devem ser feitos na pele do prepúcio durante o tratamento. Estas pomadas possuem corticoides como a betametasona que reduz a inflamação do local e facilita o alongamento da pele. Muitas vezes estas pomadas não são tão necessárias, mas ajudam a aliviar a dor e acelerar o tratamento.

Fazer Cirurgia de Fimose

Podendo se feita uma cirurgia para o tratamento da fimose e é mais comum do que se imagina. A cirurgia de remoção de fimo é denominada postectomia, e pode ser feita em um consultório, com anestesia local e sua duração é de cerca de 30 minutos. A recuperação da cirurgia acontece durante um período de 30 dias.

Muitas vezes confundida com cabresto ou freio curto que é uma estrutura que liga o prepúcio a glande e quando é muito curta também pode causar a incapacidade de exposição completa da glande, puxando a pele de volta. O ideal é fazer a cirurgia de fimose o quanto antes.

Quanto ao
pós-operatório da fimose, o que mais complica mesmo é o inchaço que o pênis fica normalmente que pode causar desconforto principalmente na hora de urinar e também o aspecto do pênis pós-operado pode assustar. 

Leia Mais

Fimose Atrapalha o Crescimento ou Relação?

Fimose Atrapalha o Crescimento do Pênis ou Relação Sexual?

A fimose é caracterizada pela impossibilidade ou dificuldade de expor a glande, a cabeça do pênis, que fica recoberta pelo prepúcio, a pele que recobre a glande, tendo um anel muito estreito para essa exposição. A fimose não fica colada à glande, sendo um fato normal nos primeiros anos de vida do menino. Com 6 meses, apenas 20% dos meninos não têm fimose e, aos 3 anos, pelo menos 90% já consegue expor totalmente a cabeça do pênis.

A causa mais comum para que uma criança tenha fimose são as assaduras, ou dermatites amoniacais, resultantes da própria urina, que podem causar cicatrizes, retraindo a pele e tornando o anel do prepúcio mais estreito. Mas também existem casos em que os pais forçam a pele do prepúcio para eliminar a fimose, causando efeito exatamente contrário, quando ocasionam microtraumatismos que, quando cicatrizam, fazem o anel ficar mais estreito, criando a fimose.

fimose-atrapalha-crescimento-relacao-sexual

A fimose prejudica o crescimento do pênis?

O tamanho do pênis tem como principal fator a genética, não tendo a fimose qualquer influência sobre isso. Mesmo a cirurgia da fimose não cria qualquer problema para o desenvolvimento do tamanho do pênis, ou qualquer outro problema, como hipotireoidismo, por exemplo.

Um dos problemas físicos que podem interferir com o crescimento do pênis é o excesso de peso. A pessoa que está acima do peso normal, costuma produzir mais hormônio feminino, o estrogênio, que pode interferir com quaisquer características sexuais, como por exemplo, o crescimento do pênis.

A fimose prejudica o relacionamento sexual?

A fimose, na maior parte dos casos, não cria qualquer problema para as relações sexuais, a não ser que o portador de fimose sinta dores ou irritação na glande ao manter suas relações.

Em alguns casos, quando o freio do pênis é mais estreito, a masturbação ou o ato sexual podem criar dores, desconforto e até mesmo lacerações na glande e no freio do pênis, com posterior inchaço e sangramento do prepúcio ou do freio.

Casos como esses, em diversas situações, além das próprias alterações locais do pênis, podem levar a pessoa a ficar com receio de sentir os mesmos problemas em outras relações, levando a distúrbios mentais que prejudicam a excitação, a ereção e até o orgasmo.

De forma geral, contudo, a fimose ou qualquer outra alteração na glande ou no pênis, não cria qualquer influência no desempenho sexual, já que a excitação, a ereção e o orgasmo não dependem do prepúcio ou do freio do pênis, mas sim das estruturas anatômicas do órgão sexual.

Quando uma pessoa com fimose tem dificuldades em qualquer relação sexual, esse problema é causado, muitas vezes, pela antecipação da penetração ou pela condução dos atos que levam ao sexo.

Numa primeira relação sexual, por exemplo, muitas vezes pela inexperiência do homem ou pela pressa na penetração, sem que a parceira esteja devidamente lubrificada e relaxada, o homem pode sentir desconforto ou dor no prepúcio. Os problemas de rotura do freio do pênis, no entanto, podem ocorrer tanto nos que têm fimose quanto naqueles que não têm.

Para quem sente dor ou desconforto durante as relações sexuais, o melhor é procurar um urologista para fazer a avaliação da situação. Ele poderá recomendar técnicas apropriadas ou até mesmo indicar uma cirurgia para remover o freio do pênis ou o prepúcio.

Leia Mais

Como saber se Tenho Fimose

FIMOSE: Saiba se você tem

Quando o homem tem fimose ele sente uma dificuldade ou até mesmo impossibilidade de expor a glande, que é a cabeça do pênis. Esse problema é muito mais comum do que a maioria dos homens imaginam e tem solução através de uma cirurgia simples.

A pele que envolve a cabeça do pênis é chamada de prepúcio, ela quem atrapalha e faz surgir esse programa que recebe o nome de fimose. Muitos homens têm esse problema, mas nem todos aderem a alternativa para soluciona-lo. As causas desse problema normalmente se dão através de assaduras e cicatrizes que retraem a pele deixando a pele mais estreita. As inflamações e assaduras na glande podem ocorrer devido à má higienização peniana.

como-saber-se-tenho-fimose

É de suma importância que o homem tenha cuidados e bastante higiene na região da glande para evitar e prevenir esse problema. A higienização é uma das melhores formas de prevenir a fimose. Atualmente tem aumentado a quantidade de homens que estão procurando tratamento para esse problema, antes isso não era muito comum, o homem não se sentia muito à vontade em procurar uma solução para a fimose. Digamos que hoje isso se tornou algo muito comum, tanto que já existem profissionais especializados na área.

A fimose é uma doença que para muitos homens causa constrangimento, mas, deve ser encarada sem receios para ter um tratamento adequado. Por isso, saiba exatamente, os tratamentos disponíveis para o caso e se é necessário ou não a cirurgia.

O tratamento para fimose é mais indicado quando ainda é criança, mas mesmo na fase adulta a intervenção pode ser feita. É muito importante fazer a remoção dessa pele por que ela é uma das principais causas de câncer de pênis. Vale a pena fazer o tratamento em cirurgia para correção desse problema, ele deve ser feito por um profissional especializado na área de urologia, procure um, caso você tenha interesse.

Como saber se Tenho Fimose?

Agora depois de saber tudo isso você deve estar se perguntando Como saber se você tem fimose? Você mesmo consegue fazer uma autoanálise da região para saber se tem ou não esse problema. Se a pele atrapalha você a expor a glande com certeza você tem a fimose. Se achar necessário você também pode estar procurando um profissional para que ele avalie e dê um resultado positivo ou negativo para você.

tenho-fimose

Nos casos de resultados positivos existe tratamento para fimose. Se o deslocamento do prepúcio não ocorrer de forma naturalmente, durante a infância, o tratamento indicado é o cirúrgico. Nos adultos o único tratamento para acabar com esse problema é a intervenção cirúrgica. O próprio diagnóstico pode ser feito pelo paciente ou por um urologista que é o profissional mais indicado para esses casos.

A cirurgia para fimose consiste na retirada da pele que encobre a cabeça do pênis. Esse tipo de procedimento é mais indicado para se realizado no homem quando ele tem idade entre 7 e 10 anos, nesses casos a criança já sai do hospital no mesmo dia. Depois que ele consegue retornar às atividades normais quatro dias depois. A cirurgia é um procedimento mais simples do que as pessoas pensam e no adulto ele consegue voltar às atividades habituais em torno de sete dias depois. O pênis recebe pontos que começam a cair espontaneamente cerca de 10 a 15 dias depois da intervenção cirúrgica.

Leia Mais